Tudo Sobre Verdade Um mar claro ao redor de falésias altas - Tudo Sobre Verdade Bandeira

A Bíblia é Verdadeira?

(Read A Bíblia é Verdadeira?, Part 1 First)

A Bíblia é verdadeira? – Arqueologia
A Bíblia é verdadeira? A Bíblia não só milagrosamente prediz o futuro, mas também relata o passado distante com grande precisão. Como tal, a arqueologia tem sido uma fonte de grande reivindicação para a Bíblia. No livro clássico de Josh McDowell que trata das evidências históricas que apoiam a veracidade da Bíblia, o famoso arqueólogo Nelson Glueck é citado: “Pode ser afirmado categoricamente que nenhuma descoberta arqueológica jamais apresentou qualquer controvérsia a uma referência bíblica.” (McDowell, Evidência que exige um veredito, Here's Life Publishers Inc., 1979, pág. 65.)

Considere, por exemplo, a narrativa bíblica do êxodo de Israel do Egito. Faraó, rei do Egito, perseguiu os israelitas com um exército de charretes, “prendendo” Israel entre os egípcios e o Golfo de Acaba (o Mar Vermelho). Deus milagrosamente partiu o Mar Vermelho permitindo que Israel passasse em solo firme. Os egípcios seguiram logo após, mas depois do último israelita ter chegado ao outro lado, Deus liberou a água que tinha sido partida e afogou o exército egípcio. Arqueólogos têm descoberto uma série de evidências que reivindicam a narrativa do êxodo bíblico, incluindo rodas de carruagem embutidas no coral ao longo da ponte terrestre no fundo do Mar Vermelho. (Exodus Revealed, documentário em vídeo de Discovery Media Productions.)


A Bíblia é verdadeira? – Os Autores
A Bíblia é verdadeira? Considere a integridade dos autores humanos da Bíblia – homens que clamavam ter a inspiração de Deus. Tomemos por exemplo Lucas, o autor de cerca de um quarto de todo o Novo Testamento. Lucas é considerado um historiador autoritário - um dos maiores da Antiguidade. Dr. John McRay, professor do Novo Testamento e de Arqueologia na Universidade Wheaton de Illinois, explica: "O consenso geral dos estudiosos liberais e conservadores é que Lucas é muito exato como um historiador. Ele é erudito, ele é eloquente, o seu grego é de qualidade clássica. Ele escreve como um homem culto, e as descobertas arqueológicas estão sempre mostrando que Lucas estava correto no que tinha para dizer." (João McRay, citado por Lee Strobel, The Case for Christ -Em Defesa de Cristo-, Zondervan, 1998, p. 129.)

Sir William Ramsey, um dos maiores arqueólogos dos tempos modernos, declarou: "Lucas é um historiador de primeira classe." (Sir William Ramsey, The Bearing of Recent Discovery on the Trustworthiness of the New Testament,1915, pág. 222.)

Agora vamos considerar o martírio de muitos destes autores. De acordo com fontes e tradições extra-bíblicas, muitos dos escritores da Bíblia tiveram mortes brutais e horríveis em defesa do seu testemunho escrito. De fato, quase todos (com exceção de um apenas) os autores do Novo Testamento foram executados por proclamar e defender os seus depoimentos (João foi poupado, mas forçado pelo imperador romano Tito a se exilar). Evidentemente, martírio em si não é uma novidade - muitas pessoas ao longo da história já morreram voluntariamente por suas crenças. O que faz com que o martírio dos autores do Novo Testamento seja especial é que estes homens estavam em uma posição de saberem de certeza que a sua narrativa era verdadeira.

Pense sobre isso – ninguém morreria conscientemente por uma mentira! Por exemplo, os sequestradores de 11 de setembro podem ter sinceramente acreditado naquilo pelo que morreram, mas eles não estavam em posição de saber se as suas crenças eram absolutamente verdadeiras. Os sequestradores colocaram a sua fé em tradições religiosas transmitidas durante muitas gerações. Em contraste, os mártires da Bíblia estavam em uma posição de saber a verdade. Eles foram testemunhas oculares dos eventos históricos que registraram. Ou eles viram o que alegaram ter visto, ou estavam mentindo de propósito. No entanto, esses homens se agarraram aos seus testemunhos, mesmo enfrentando morte brutal às mãos dos seus perseguidores, e apesar de terem tido várias oportunidades de negar seus testemunhos. Por que tantos homens morreriam conscientemente por uma mentira? Eles não tinham nada a ganhar por mentir... e tudo a perder.


A Bíblia é verdadeira? – Julgue você mesmo...
A Bíblia é verdadeira? Para aqueles que não acreditam que Deus inspirou a Bíblia, como explicar isso? Que motivo realmente convincente temos para rejeitar a Bíblia como revelação divina de Deus para o homem? Devemos colocar de lado a nossa disposição filosófica, examinar as evidências de forma objetiva e pesar os fatos... Então devemos perguntar: será que a Bíblia é verdadeira?

Aprenda mais agora!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutTruth.org, Todos os Direitos Reservados